Marcos Harter publica desabafo no Facebook

Marcos Harter aguarda o resultado do indiciamento por suposta agressão contra a ex-siste Emilly. Em um desabafo no Facebook, o médico cirurgião e ex-participante do reality, fala sobre amor, mágoa e caráter.

“Sabia que o prêmio era muito importante para você (Emilly), mas ao mesmo tempo tinha a nítida noção de que o que eu poderia dar a você aqui fora não tinha preço. Os dias foram passando e eu fui vivendo uma das mais incríveis histórias de amor da minha vida. Cientificamente, a ideia de avaliar o comportamento de seres humanos mediante confinamento sempre me pareceu fantástica. Fazer parte da experiência fazia tudo ser sensacional, pois provaria para mim mesmo e para um país inteiro que o amor verdadeiro pode existir sim, mesmo em condições laboratoriais”, publicou.

Marcos relembra o momento em que voltou do paredão. “E foi ali que você cometeu um dos seus maiores erros dentro do programa: ao ouvir minha torcida gritar ‘É campeão!’, passou a me ver como alguém que eu nunca tinha sido para você: um adversário.”

O ex-BBB continua seu desabafo: “Na segunda-feira, dia de minha eliminação, ao sair do confessionário pela última vez, você veio até mim na cozinha e me encontrou lavando a louça. Vestia o roupão laranja e arrumava o microfone no braço direito, pois o tinha retirado para ser examinada pelo médico da produção. Sei porque você não conseguiu falar comigo e saiu chorando para fora da casa dizendo: ‘Meu Deus. O que eu fiz’. O peso em sua consciência era tão grande que nem as palavras que hoje sugerem a verdade você conseguiu segurar. Deus viu sim o que você fez, e, aos poucos, as pessoas vão ver também. Considero essa uma das cenas mais tristes do programa: você acabava de acusar injustamente a pessoa que você dizia que tanto adorava!”

Marcos Harter admite estar magoado com a então ex-namorada.

“Sei que você vai negar, gritar, espernear, fazer tudo o que fazia no programa quando as pessoas apontavam uma falha em você. Mas eu espero apenas uma coisa de você: feche os olhos, respire fundo, vá bem lá dentro de você. Procure um lugarzinho onde você está sentindo uma dorzinha. Aprenda que em toda a história da humanidade, amor e caráter nunca estiveram à venda.”