Carlinhos Maia diz que não se arrepende de festa na pandemia

Carlinhos Maia diz que não se arrepende de festa na pandemia

Carlinhos Maia recebeu muitas críticas após fazer a festa do Natal da Vila em dezembro, em meio à alta de casos de covid-19 em todo o Brasil. O influenciador, no entanto, disse durante o programa “A Hora do Faro” que não se arrepende do evento.

Ao ser perguntado diretamente pelo apresentador Rodrigo Faro, Carlinhos se justificou dizendo que viu as eleições municipais “aglomeradas pelas tampas”. “Eu vi aquela aglomeração toda para eleger esses canalhas e disse: ‘a minha vila já não teve Natal ano passado, é um povo pobre que precisa dessa visibilidade para continuar crescendo'”.

Ele então citou as aglomerações nas ruas e em festas clandestinas e continuou: “Já que as pessoas não vão deixar de ir para as ruas, vamos fazer uma coisa dentro da lei mesmo”.

Vale lembrar que, à época, a Organização Mundial da Saúde e vários governos faziam recomendações expressas para evitar aglomeraçoões para as comemorações de fim de ano. Na última semana, o Brasil teve média diária de 1.083 mortes de covid-19 por dia.

Convite para vacina

O humorista ainda falou sobre o convite que recebeu do prefeito de Maceió, João Henrique Caldas (PSB) para ser uma das primeiras pessoas vacinadas na cidade.

Segundo ele, o convite foi uma ideia do político para influenciar as pessoas a se vacinarem. “Muita gente do interiorzão não quer tomar. Os ‘politicamente corretos’ dos grandes centros acham que é só assim, mas não, a galera do interior, do nordeste tem medo de tudo”.

Tanto o humorista quanto o prefeito devem ser intimados pelo Ministério Público do Alagoas.

%d blogueiros gostam disto: