Eliana

Eliana relata dúvida e medo durante a pandemia e faz desabafo

Agora recuperada da Covid-19, Eliana tem uma outra perspectiva de vida. Em recente entrevista à revista Quem, a apresentadora conta como lidou com as inseguranças durante o período mais intenso da pandemia.

“A dúvida e o medo me deixaram assustada durante a pandemia quando eu peguei o vírus. Cheguei a me perguntar: o que fica disso? E me dei conta de que a gente não precisa de nada material para sobreviver. A gente percebe que precisa do simples, do acolhimento, do amor e da família“, ponderou.

Eliana contou ainda que contou com o apoio do “namorido”, o diretor de TV Adriano Ricco, e da mãe, Eva, no período de total reclusão por conta da doença: “O que eu mais aprendi nessa pandemia foi que, mesmo à distância, a gente pode fazer a diferença na vida das pessoas. Mesmo sem dar aquele abraço ou um beijo, podemos passar carinho através de uma palavra, um áudio“.

Mesmo após ter vivido situação tão complicada, a famosa celebra o fortalecimento do seu autoconhecimento. “Este é um ano em que passamos por provações e aprendizados“.

Recentemente, a loira conversou com Thais Fersoza em vídeo para canal do YouTube. Na gravação, a apresentadora falou sobre o aborto espontâneo que sofreu antes da última gestação e também a respeito do seu único arrependimento: “Não ter tido mais filhos”.

Cabe lembrar que a famosa também é mãe de Arthur, de 8, com o ex João Marcelo Bôscoli.

“É recorrente aquela pergunta: ‘Você se arrepende de alguma coisa na sua trajetória?’. Hoje eu tenho claramente uma resposta para isso, que é ‘eu poderia ter tido mais filhos’. Se eu tivesse pensado um pouquinho mais cedo… e eu aconselho as mulheres que querem ser mães a não pensarem tão tardiamente nisso”, iniciou a comunicadora.

“Eu queria estar praticamente sem condições de falar nesse momento, com um monte de crianças correndo aqui em casa. Era essa energia que poderia estar rolando aqui. Pelo menos uns quatro estaria bom”, completou a contratada do SBT.