Karol Conká revela que ainda sente peso da rejeição do BBB e faz desabafo

Karol Conká revela que ainda sente peso da rejeição do BBB e faz desabafo

Eliminada do BBB 2021 com 99,17% dos votos do público, o maior índice da história do reality, Karol Conká ainda sente o reflexo da rejeição. Durante participação no Altas Horas deste sábado (28), a cantora desabafou sobre sua vida após o reality da Globo.

“Eu não tenho saído. Eu já não era muito de sair, aí com a pandemia não saí mais. Fiquei meio lelé, fui parar no BBB, vocês viram o que aconteceu“, contou, bem-humorada.

E seguiu: “Agora que eu saí [do reality], tenho trabalhado muito com meu novo álbum, com meu trabalho. Mas eu não me sinto confortável para sair [de casa]. Primeiro por causa da pandemia, óbvio, segundo porque eu ainda me sinto um pouco acuada pelas péssimas atitudes que eu tive“.

Desde que saiu do confinamento, a artista teve poucos contatos com o público, mas os que teve foram positivos. “Acho que o Brasil entendeu que foi um momento que eu passei. Ainda existem pessoas que me enxergam com maus olhos, e eu super entendo [o lado delas]. Acho que pras outras pessoas já passou, mas pra mim, é uma coisa interna, comigo, que eu preciso tratar, trabalhar melhor. É um pânico mesmo que eu acabei adquirindo“, explicou.

“Esses dias eu comentei que não saio, e as pessoas entenderam que [é porque] eu sou hostilizada nas ruas. Não, não sou. Até agora eu não sofri nenhum tipo de ataque [presencial], os maiores ataques foram nas redes sociais mesmo. O que me deixou muito triste foi o ataque de racismo. Os outros ataques eu entendo que fui eu que causei. Então tá tudo bem.”

Karol Conká revela que ainda sente peso da rejeição do BBB e faz desabafo
Karol Conká revela que ainda sente peso da rejeição do BBB e faz desabafo

A rapper disse que, em suas poucas saídas, para ir ao médico, por exemplo, foi tão bem tratada por quem a encontrou que até pediram para tirar foto com ela.

“As pessoas falam: ‘Ah, vai ficar tudo bem’ ou ‘Eu te cancelei, mas tô te descancelando’ (risos). Aí pedem desculpas pela ofensa, eu peço desculpas também. Aí a gente se abraça daquele jeito, com soquinho de mãos.”

Conká ainda explicou que, aos poucos, está conseguindo reconquistar a confiança de encarar o mundo. “Acho que a coragem de entender, de se enxergar nos erros e reparar esses erros está aqui dentro. E as pessoas têm sentido isso”, filosofou.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal

%d blogueiros gostam disto: