Luto! Morre o ator Nelson Xavier

Faleceu na madrugada dessa terça-feira (10), Nelson Xavier, 75, em Uberlândia (MG).

O ator lutava contra um câncer.

Nelson participou de produções como “Dona Flor e Seus Dois Maridos”, “A Queda” e “Chico Xavier”.

O corpo será levado para o Rio de Janeiro, onde será cremado.

MEMÓRIA GLOBO

“Existem dois grandes marcos na minha vida. O golpe e o Chico”. O golpe de 1964 porque foi quando Nelson Xavier, um jovem idealista que desejava mudar o país, tornou-se um criminoso aos olhos do Estado, de um dia para o outro. Na época, ele era ator do Teatro de Arena, em São Paulo, e acha que “não tinha estrutura cultural e psicológica” para aguentar a perseguição política. Ficou perdido, e decidiu se reinventar e repensar sua existência para sobreviver. Quase 40 anos depois, já com a carreira estabilizada, Nelson se deparou com este fenômeno chamado Chico Xavier – leu a biografia do médium mineiro e passou a desejar interpretá-lo no cinema. Dois anos depois, em 2010, preparava-se para protagonizar Chico Xavier – O filme, com direção de Daniel Filho, que depois transformaria a obra em minissérie de televisão.

“Eu sabia que o Chico era um médium importante, mas não tinha prestado atenção nele. Com o livro, me comovi muito e, no filme, é como se eu não tivesse que buscar o personagem, ele tomou posse de mim. Foi uma coisa tão arrebatadora, que eu chamei de invasão”, lembra ele, em entrevista ao Memória Globo.

Cético e comunista, Nelson Xavier acha que reencontrou naquele momento a espiritualidade que vivenciou na infância, quando frequentava centros espíritas com sua mãe – segundo ele, esta conexão entre o mundo dos mortos e o dos vivos sempre lhe despertou interesse. “O Chico me fez sentir premiado, me fez sentir uma pessoa melhor, melhor do que eu realmente sou”, emociona-se.