MP nega pedido de arquivamento do caso Emilly

Marcos Harter não vai conseguir se livrar da acusação de suposta agressão contra Emilly Araújo durante confinamento na edição 2017 do “Big Brother Brasil”.

 

 

O Ministério Público negou o pedido de arquivamento do processo solicitado pela defesa do cirurgião plástico.

 

O arquivamento foi negado pelo juiz Marco Couto, da 1ª Vara Criminal de Jacarepaguá. Após análise do Ministério Público, um segundo parecer contrário será emitido.

 

Ao jornal Extra, o promotor Eduardo Paes Fernandes, da Vara Criminal de Jacarepaguá, antecipou o posicionamento do MP sobre o caso.

 

Entendo que os argumentos da defesa de Marcos Härter, de que não se trata de violência doméstica porque não ocorreu em uma residência do casal, não são suficientes para o arquivamento do processo. É preciso investigar se houve crime ou não. A partir de agora, o caso volta a ser analisado pelo juiz Marco Couto, que julgará o mérito — explica o promotor.