Músico registra ocorrência contra Safadão por se apropriar ilegalmente de música

Músico registra ocorrência contra Safadão por se apropriar de música

Wesley Safadão não compareceu a nenhuma das audiências marcadas, o que levou Jonas Alves ir até a delegacia e denunciá-lo

Após a ausência de Wesley Safadão nas audiência marcadas, o compositor Jonas Alves, que processa o cantor por danos materiais e morais, decidiu ir à polícia e registrar um boletim de ocorrência por crime contra a propriedade imaterial. O BO foi protocolado na última sexta-feira (29/1) e, nele, Safadão é acusado de se apropriar ilegalmente da canção Vaqueirinha Maltrata.

O compositor já havia aberto um processo contra Wesley Safadão em 2020. Na ação, Jonas alegou que Wesley não lhe pagou pela composição da música lançada em 2018 e, por isso, exigia indenização. A música foi acessada e baixada por 1,57 milhão de pessoas. Jonas Alves pede a quantia de R$ 4,5 milhões por danos materiais. O montante em dinheiro corresponde ao número de vezes que a música foi acessada e baixada, multiplicada por R$ 2,90. Os advogados do compositor pedem ainda R$ 200 mil por danos morais.

A defesa de Alves afirma que fizeram a notícia-crime e aguardam, agora, a instauração desta nova ação pelo promotor responsável. “Nós sempre fomos parceiros, mas quando foi a vez dessa música aí [Vaqueirinha Maltrata] ele não agiu da forma correta. O boletim foi feito para poder dar entrada no processo criminal. Na mídia o Wesley não se posicionou ainda. Deve ser porque não tem argumento para se defender”, disse Jonas à coluna.

Procurados pela coluna, a equipe de Safadão informou que está agindo e seguindo as normas conforme a lei e que não falará sobre o caso.

%d blogueiros gostam disto: