Parabéns São Paulo, pelo 467 anos!

Parabéns São Paulo, pelo 467 anos!

O aniversário de 467 anos da cidade de São Paulo nesta segunda-feira (25) será celebrado com intervenções artísticas, atividades online e ações de conscientização diante a pandemia de Covid-19. A programação completa está disponível no site da Prefeitura de São Paulo.

Neste ano, as comemorações à distância têm como tema Memória, Consciência e Esperança, para homenagear vítimas da Covid-19, profissionais de saúde e reforçar a conscientização da população.

Virtualmente, a programação conta com mais de 40 atividades, que serão exibidas nas redes sociais de centros culturais, casas de cultura e bibliotecas sob a administração da secretaria municipal da Cultura. O cronograma prevê shows de rap, samba, rock, MPB, apresentações teatrais para crianças e adultos, contação de histórias, discussões sobre questões indígenas e até mesmo uma exposição virtual sobre a história do circo.

Theatro Municipal também terá tributo às vítimas da pandemia com luminárias acesas na fachada do prédio. Shows e espetáculos serão transmitidos pelas redes sociais.

As bibliotecas municipais Vicente de Carvalho, Cora Coralina, Prestes Maia, Pedro Nava e Érico Veríssimo farão distribuição de exemplares do livro Macunaíma, de Mário de Andrade.

Projeções em prédios
Neste ano a programação especial inclui projeções em prédios em um mini circuito de arte digital. As projeções poderão ser vistas em quatro bairros da Zona Leste: Itaquera, Guaianases, Cidade Tiradentes e São Miguel Paulista.

O Instituto Butantan, na Zona Oeste de São Paulo, também terá uma projeção em homenagem à ciência.

As periferias de São Paulo terão intervenções artísticas com projeções de laser de artistas independentes periféricos com frases de conscientização em mensagens que fomentam amor, esperança, cuidado e afeto, pelo projeto Quebrada Viva.

Theatro Municipal
O Theatro Municipal, no Centro de São Paulo, receberá uma instalação com 900 velas solares na fachada do prédio, em homenagem às vítimas da Covid-19.

A intervenção será acompanhada pela Orquestra Sinfônica Municipal sob a regência do maestro Roberto Minczuk.

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião do Buxixo